Não é novidade que a presença dos animais de estimação tem o poder de nos proporcionar alegria e qualidade de vida por meio de brincadeiras, descontração e muito amor e carinho.

Aliás, atualmente, médicos especialistas indicam o contato de crianças e idosos com esses bichinhos a fim de proporcionar inúmeros estímulos físicos, psíquicos e sociais.

Entre os benefícios citados pelos profissionais da saúde podemos mencionar, por exemplo, que crianças que crescem com animais desde pequenas têm menos chance de adquirir alergias e problemas respiratórios no futuro.

Do ponto de vista social e emocional, um animal de estimação pode ainda ser uma importante ferramenta para os exercícios afetivos diários que uma criança deve realizar.

As noções de ética e de responsabilidade também podem ser trabalhadas desde cedo ao ver os adultos cuidando e interagindo com os pets, além de ser um importante estímulo e contribuir significativamente para o desenvolvimento cognitivo da criança.

Com os idosos, a presença de um animalzinho  traz diversas experiências bastante importantes para o aumento da expectativa de vida.

Além de ser uma motivação para realizar atividades físicas (como levar o animalzinho para um passeio), o bicho pode ser uma excelente companhia, contribuindo assim para evitar o sentimento de isolamento e solidão que, muitas vezes, acometem a várias pessoas idosas.

Os momentos de brincadeira e descontração com os pets podem  melhorar o humor, aumentar a sensação de bem-estar. Ou seja, esses bichinhos podem se tornar verdadeiros remédios com o poder de tornar a vida de muitas pessoas bem mais feliz e saudável. Só notícia boa, né?

 

Comentários

comments

Powered by Facebook Comments