Blog da Tetê

por Tetê Proba

Mês: fevereiro 2014 (Página 2 de 2)

Novo corte de Juliana Paes

No Instagram, Juliana Paes mostrou seu novo visual, com madeixas mais curtas para sua personagem na próxima novela das 6, “Meu Pedacinho de Chão”. Eu amei! E vocês, gostaram?

Delicadezas para o chá das 5

Que tal chamar as amigas para tomar um chá e colocar a conversa em dia?  Para te inspirar selecionei ideias criativas e lindas, dá uma olhada!

 

 

Looks festa de lançamento “Em família’

Fiquei aguardando o lançamento da novela “Em família” para colocar os looks desfilados pelas atrizes no Copacabana Palace aqui no blog. Dá uma olhada!

Salada Verão

Esta saladinha é deliciosa e vai fazer sucesso no cardápio de verão.

Ingredientes
Peito de peru ou presunto defumado
Queijo mussarela
Maçã
Requeijão cremoso
Creme de leite

Modo de fazer
Cortar os ingredientes em cubinhos pequenos e misturar requeijão cremoso e um pouco de creme de leite. Temperar com pimenta do reino a gosto. Caso queira, pode substituir o requeijão e creme de leite por maionese. É só colocar em uma saladeira e enfeitar com nozes, folhas de alface, abacaxi, ameixa, kiwi, enfim, as frutas da sua preferência.

Ler antes de dormir melhora o sono

Você tem dificuldade de se desligar dos problemas e, por isso, demora a pegar no sono? Ou costuma ter noites agitadas e, mesmo depois de passar um bom tempo na cama, acorda cansado? Pois é bem possível que, ao adotar o hábito de ler, um pouco antes de dormir, você consiga relaxar mais. Pelo menos é o que diz uma pesquisa da Universidade de Sussex, no Reino Unido.

Porém, para que o livro seja capaz de proporcionar todos esses benefícios, é preciso que o assunto e o gênero despertem uma sensação de bem-estar em quem está acompanhando a história.

Boas sugestões de leitura na cama são os livros de contos, poesias e os romances, porque não deixam o leitor ansioso para saber o que acontecerá no próximo capítulo.

Como a ideia é induzir ao sono, o ideal é ler no papel, e não em tablets, smartphones ou no computador.

E durante a leitura, é preciso evitar a tentação de resolver problemas mentalmente. É imprescindível se concentrar no texto para poder tirar proveito do hábito.

E os especialistas afirmam que mesmo quem não tem o costume de ler pode se beneficiar com a prática, se estiver realmente disposto a mudar um pouco a rotina. É possível que, com o tempo e com as obras apropriadas, o iniciante transforme a leitura em hobby e passe a aproveitar cada vez mais esse hábito, que é bastante saudável.

E ficam aí algumas dicas de leitura:

“O Melhor das Comédias da Vida Privada” de Luiz Fernando Veríssimo.

“50 Poemas Escolhidos Pelo Autor” de Manoel Bandeira

“Sem Juízo” de Danuza Leão

“Feliz por Nada” de  Martha Medeiros

Benefícios dos vegetais verdes escuros

Para uma alimentação saudável é importante estar bem informada. O assunto deste post são os vegetais verdes escuros – um grupo de alimentos que possui determinadas substâncias que fazem muito bem para a saúde do nosso organismo.

 

Para quem não sabe, as folhas verdes possuem grandes quantidades de vitaminas A, C, K, e ácido fólico, atuando em várias partes no nosso organismo, como pele, olhos, unhas, músculos, sangue e ossos. Combatem os radicais livres (que envelhecem a pele) e o estresse, mantendo as propriedades do sangue e das células de defesa.

São também fontes de cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio, fibras e clorofila – que desempenham funções diversas, inclusive prevenindo doenças, como: osteoporose, anemia, doenças cardiovasculares, estresse, etc. Além disso, também ajudam a manter o equilíbrio do pH sanguíneo, fazendo com que nosso corpo trabalhe com mais eficiência e intensidade.

Entre as principais, estão: Acelga, agrião, almeirão, alface, chicória, couve, couve de bruxelas, escarola, espinafre, folhas de brócolis, mostarda, beterraba, repolho e rúcula.

Para quem não gosta do sabor amargo característico desses vegetais a dica é temperar com molhos de ervas aromáticas, limão ou então com azeite para dar mais sabor ao prato.

Dicas:

Sempre comer uma fonte de vitamina C junto com os vegetais verdes escuros, pois aumenta a absorção do ferro. Algumas opções: tomar um suco de laranja, temperar com limão ou comer uma fruta após a refeição.

Vale ressaltar que o consumo de qualquer alimento deve ser precedido por um processo adequado de higiene dos mesmos.

Fonte: www.crisarcabgeli.com

 

Carboidratos liberados na dieta

Absolvidos os carboidratos são necessários para nos dar energia.

O macarrão foi banido injustamente das dietas de emagrecimento. Afinal, massa engorda muito menos do que se pensa: 1 prato raso (200 gramas) contém apenas 192 calorias. O perigo está nos acompanhamentos: molhos gordos e fartas colheradas de queijo parmesão ralado. Portanto, fique com as versões magrinhas, preparadas à base de tomate, manjericão, um fio de azeite e sem queijo ralado. Se você está malhando, uma ótima dica é macarrão com molho de tomate ou pesto e um filet de frango ou mignon no almoço.

Não se prive do prazer de comer um pãozinho francês. Afinal, ele tem apenas 128 calorias, o mesmo que quatro bolachas de água e sal. Tirando o miolo você se livra de 50 calorias.

Feijão com arroz: O segredo está na moderação: meia concha de feijão (70 calorias) e 2 colheres de sopa de arroz integral (88 calorias) alimentam, saciam a fome e não engordam. Invista nessa dupla!

Batata: Outro alimento banido injustamente do cardápio: 1 unidade média (68 calorias) tem aproximadamente o mesmo número de calorias de uma maçã. É mais saudável comê-la cozida ou assada. Experimente também uma porção de batata doce, assada é uma ótima fonte de carboidrato. 

Como vocês puderam observar comer carboidrato não tem problema, mas é preciso treinar e gastar as calorias. O perigo é se encher de macarrão e batata e ter uma vida sedentária.

 

Famosas no aeroporto

Os looks das famosas no aeroporto são sempre ótimas inspirações. Dá uma olhada!

Página 2 de 2

Desenvolvido em WordPress & Tema por Anders Norén